24 de ago de 2013

As chaves




As chaves


Se dissesse Deus
a palavra reta
como uma seta
a apontar saídas
a semear um sentido
para as nossas vidas...
se soprasse Deus
a palavra exata
a palavra nua
fosse como a lua
a cerzir rastros de prata
em plena noite escura...
ah! se pronunciasse Deus
a palavra essa
– essencial peça
a encaixar-se
no quebra-cabeça
do mundo –
suspiraríamos fundo
um suspiro de alívio
um suspiro de orvalho...
se tirasse Deus
esse ás da manga
de seu manto
quem sabe o encanto
que derramaria
do singelo gesto?
Se distribuísse Deus

um manifesto
que palavras conteria
que princípios de poesia
choveriam sobre nós?
Ah! se soltasse Deus
a sua voz
que lições encerraria
em seu discurso?
Traria alguma vida
e esperança
às cidades tensas
às aldeias tortas...

Traria as chaves
da felicidade.

Abriria as portas?


Nenhum comentário: