14 de set de 2012

Outonos




Outonos


Esses outonos
triviais
que despem teu corpo
e tiram as vestes
de tua alma reta...

são similares
àquele outono
de que falo agora
e que outrora
me criou poeta.


*

3 comentários:

Anônimo disse...

Por isso que eu não saio deste blog, ehe!
" Outonos", uma das minhas preferidas! Vai, que é tua, Alvisss!! Bjoka! Tê!

Marisete Zanon disse...

Lindo! Estou lendo devagar...gosto dos poetas gaúchos. Acabo de descobrir mais um.

Anônimo disse...

obrigado, Marisete Zanon. de que estado tu és? também escreves poemas? agora, fiquei curioso. um abraço do Alvaro Barcellos